O amor é assim - Thiago Grulha

O amor é assim - Thiago Grulha

Por Box95 | Um Clube de Assinaturas Cristão!      31/07/2019 11:53:40    
 

Seriam apenas uns poucos quilômetros entre a nossa casa e o banco.
Na companhia da minha mãe, a caminhada é sempre agradável e já saímos batendo papo, trocando informações familiares e prometendo que rolaria um sorvetinho na volta.
Então, lá estávamos nós atravessando o bairro para pagar as contas do mês.
Chegando na agência, ficamos em filas diferentes, em lados opostos do quarteirão, para minimizar a demora.
Foi quando os tiros começaram.
Sem nenhum sinal de que algo assim estava para acontecer, fomos surpreendidos por aquele barulho assustador.
Todos, de imediato, procuraram abrigos e correram de onde estavam.
No entanto, o meu pavor foi tão grande, que não consegui me mover.
Minha cabeça planejou uma fuga cinematográfica, com saltos incríveis, mas meu corpo permanecia imóvel.
Morrendo de medo, surtado pela possibilidade de que tudo poderia acabar ali, me entristeci por nunca ter dado um beijo (sim, acredite, foi uma das coisas que aquele adolescente pensou) e por me sentir muito sozinho naquela situação difícil.
Fechei os olhos, me agachei um pouco e esperei meu destino em um silêncio repleto de agonia.
No entanto, no meio deste caos, senti um abraço me acolhendo.
“Não se preocupe, eu estou aqui com você”!
Essas palavras foram ditas num ritmo acelerado, num tom um tanto preocupado, mas foi o suficiente para me acalmar.
Minha mãe, com seus 1.58 de altura, enfrentou os riscos, encarou o tiroteio, foi na direção do perigo e aqueceu minha vida com um amor disposto a receber em si o mal que poderia me derrubar.
O amor é assim!
Torna o cotidiano uma jornada significativa, transforma o diálogo em um pão que nutre a nossa alma, estabelece alianças entre pessoas que estão dispostas a dividir seus fardos e faz do dia mau uma oportunidade de abraçar ainda mais forte para que ninguém precise sofrer sozinho.
Ah, claro! Deixa eu contar que, no final, ficamos bem.
A polícia conseguiu prender os assaltantes e retornamos agradecendo a Deus por um livramento tão especial.
Já perto da nossa rua, virei pra minha heroína e pensei: “Será que ela é blindada?” E sorri.


Thiago Grulha



 




 

Comente

2016 - Box95 - Todos os Direitos Reservados

Plataforma para clubes: Plataforma para Clube de Assinaturas