A Origem da Insatisfação Feminina

A Origem da Insatisfação Feminina

Por Box95 | Um Clube de Assinaturas Cristão!      29/10/2019 10:21:14    
Eva foi a primeira mulher a ser criada e, como em Adão, havia um propósito para a sua criação. Ambos eram inteiros em sua comunhão com Deus. Não houve mulher que tivesse uma relação tão plena com o Senhor como a que Eva desfrutou antes da queda. Eva Andava nua e se sentia completa, nela não havia dúvidas, dores, rancores, amarguras, necessidades ou insatisfações. Ela tão somente transbordava a vida de Deus que fluía do seu interior. Nele ela e seu esposo se realizavam.

Quando ocorreu a queda veio a incompletude e tudo foi transformado. No coração de Eva brotou a consciência da sua triste imperfeição. Foi quando ela se viu separada de Deus e distante do seu propósito de vida, Eva já não tinha mais o mesmo sentimento de pertencimento a Deus como antes. Esse foi o princípio das nossas insatisfações como mulheres.

Não são poucos os grupos de mulheres que se reúnem para compartilhar suas histórias e acabam por relatar suas angústias, tristezas e insatisfações. Curiosamente, o impacto de jesus sobre as mulheres fez com que uma delas derramasse sobre Ele um perfume extremamente caro para época e que para ela devia representar parte de sua vaidade. Jesus satisfazia o propósito interno das pessoas ao ponto de diminuir o valor das necessidades, isso porque a necessidade não constitui o propósito de Deus. Ninguém pode se sentir plenamente satisfeito se não vivenciar a vontade de Deus para a sua vida. Nem a mais bela das mulheres, a mais rica, a mais simpática estará satisfeita se estiver fora do desígnio Daquele que a criou.

Fomos feitas, todas, para cumprir o propósito de vivermos para a glória de Deus, e toda vez que teimosamente insistimos em viver de outra forma vagamos sem compreensão da nossa existência. Não é incomum encontrarmos jovens e moças se drogando, prostituindo ou até mesmo tentando suicídio, ou em profunda falta de esperança. Tão jovens, mas não conseguem ver um sentido em sua existência e caem em um abismo. O mesmo acontece com tantas mulheres maduras que estão vivas, mas vivem com se não estivessem. Acordam já pensando na hora de dormir novamente, ou quando não é assim vivem uma vida fútil e vazia com valores superficiais, e quando se deparam com a sua própria miséria, sentem a dor da solidão de não serem amadas e compreendidas. Nenhuma mulher, por mais autossuficiente que seja, pode viver independente do poder de Deus e sem glorificá-lo com sua vida, não há quem possa. Porque até os céus declaram a Glória de Deus, imagine quão profunda é a necessidade de completude de cada ser em glorificar o Senhor seu Criador. Por isso, mulher, viva para glorificar a Deus em tudo, Nele está sua satisfação.

por Mel Barbosa.

Comente

2016 - Box95 - Todos os Direitos Reservados

Plataforma para clubes: Plataforma para Clube de Assinaturas